Lição 40: Eu sou abençoado como um Filho de Deus.

canoa no lago

Eu sou abençoado como um Filho de Deus.

Hoje começaremos a reivindicar algumas das coisas felizes às quais tens direito por seres tu o que és. Longos períodos de prática não são requeridos hoje, mas períodos curtos e muito frequentes são necessários. Seria muito desejável que os empreendesses a cada dez minutos e és encorajado para que tentes adotar esse horário e segui-lo sempre que possível. Se esqueceres, tenta novamente. Se houver longas interrupções, tenta novamente. Sempre que te lembrares, tenta novamente.

Não é preciso que feches os olhos para estes períodos de exercícios, embora provavelmente tu os aches mais úteis se o fizeres. Contudo, é possível que te encontres em várias situações durante o dia em que seja impraticável fechar os olhos. Não percas um período de prática por causa disso. Podes praticar muito bem em quaisquer circunstâncias, se realmente o quiseres.

Os exercícios de hoje tomam pouco tempo e não exigem nenhum esforço. Repete a idéia para o dia e em seguida acrescenta vários atributos que associas a um Filho de Deus, aplicando-os a ti mesmo. Por exemplo, um período de prática poderia consistir no seguinte:

Eu sou abençoado como um Filho de Deus.

Eu sou feliz, cheio de paz, amoroso e contente.

Um outro poderia tomar essa forma:

Eu sou abençoado como um Filho de Deus.

Eu sou calmo, quieto, seguro e confiante.

Se só dispuseres de um período breve, será suficiente dizer apenas que és abençoado como um Filho de Deus.

(Livro “Um Curso em Milagres”)

 


Comentários  de Kenneth Wapnick:

“Jesus deixa claro que nossas mentes estão divididas; parte delas adora a culpa e os pensamentos de ataque, enquanto a outra contém a memória de Quem somos verdadeiramente. Jesus dá aos nossos egos um descanso, enquanto fala quase que exclusivamente ao outro lado – “as coisas felizes às quais tens direito” -, nossas mentes certas.

Jesus continua sua forte, mas gentil persuasão para que continuemos tentando nos lembrar – tão freqüentemente quanto possível a cada hora – sem transformarmos nosso esquecimento em um pecado. É bem óbvio que ele sabe que vamos esquecer.

Esses exercícios precisam ser aplicados o tempo todo, quer estejamos meditando em um quarto quieto, ou estejamos cuidando dos nossos negócios. Não precisamos fechar nossos olhos para nos lembrarmos de Deus e do Seu Filho. Não importa onde você esteja durante o dia – dirigindo seu carro, comendo com um amigo, sozinho em quietude, ocupado no trabalho – você pode se lembrar da lição de hoje.

Jesus está nos pedindo para pegarmos a afirmação geral da nossa Identidade e torná-la mais específica, dessa forma tornando-a mais pessoal para nós.

Subjacente ao ensinamento de Jesus aqui está o fato de que precisamos do tempo e do espaço,  enquanto nos identificarmos com nossos corpos. Mas, uma vez que o ensinamento final de Jesus é que somos mentes, desapegarmo-nos da nossa dependência em relação a coisas externas é um passo importante em direção à nossa identificação eventual com a mente: a fonte da nossa bem-aventurança, assim como o local inicial da nossa resistência a aceitarmos Quem realmente somos.”


 

 

Para estudar a lição em áudio, clique no link abaixo:

 

Para ouvir a “música-lição” em inglês, em celebração aos 50 anos do livro “A Course in Miracle” – 2015 Revival – by James Twyman – clique no link abaixo:

 

Caso esteja tendo dificuldade de ver os links para os áudios:  clique aqui

Para rever as lições 01 a 39:  clique aqui

Para voltar à página principal:  clique aqui