Lição 38: Não há nada que minha santidade não possa fazer.

IMG_9056

Não há nada que minha santidade não possa fazer.    

A tua santidade reverte todas as leis do mundo. Está além de todas as restrições de tempo, espaço, distância e de qualquer tipo de limites. A tua santidade é totalmente ilimitada em seu poder, porque te estabelece como um Filho de Deus, uno com a Mente de seu Criador.

O poder de Deus se faz manifesto através da tua santidade. O poder de Deus se faz acessível através da tua santidade. E não há nada que o poder de Deus não possa fazer. A tua santidade então pode remover toda dor, dar fim a todo pesar e solucionar todos os problemas. Podes fazê-lo em relação a ti mesmo e a qualquer outra pessoa. É igual em seu poder de ajudar a qualquer pessoa, porque é igual em seu poder de salvar qualquer pessoa.

Se tu és santo, assim é tudo que Deus criou. Tu és santo porque todas as coisas que Ele criou são santas. E todas as coisas que Ele criou são santas porque tu o és. Nos exercícios de hoje aplicaremos o poder de tua santidade a todos os problemas, dificuldades ou a qualquer forma de sofrimento nos quais te aconteça pensar, em ti mesmo ou em outra pessoa. Não faremos nenhuma distinção, porque não há nenhuma distinção.

Nos quatro períodos de prática mais longos, que preferivelmente devem durar cinco minutos completos cada um, repete a idéia para o dia de hoje, fecha os olhos e em seguida examina tua mente buscando qualquer senso de perda ou qualquer tipo de infelicidade, tal como a vês. Tenta fazer a menor distinção possível entre uma situação difícil para ti e uma situação difícil para outra pessoa. Identifica a situação especificamente e também o nome da pessoa a que isso concerne. Usa essa forma ao aplicar a idéia para hoje:

 

Na situação envolvendo ________ na qual eu me vejo, 

não há nada que minha santidade não possa fazer.

 

Na situação envolvendo ________ na qual ________ se vê, 

não há nada que minha santidade não possa fazer.

 

De vez em quando podes querer variar esse procedimento e acrescentar alguns pensamentos relevantes que sejam teus. Por exemplo podes querer incluir pensamentos tais como:

Não há nada que minha santidade não possa fazer

porque o poder de Deus está nela.

Podes introduzir quaisquer variações que te atraiam, contanto que mantenhas os exercícios focalizados no tema “Não há nada que minha santidade não possa fazer”. O propósito dos exercícios de hoje é começar a incutir em ti o senso de que tens domínio sobre todas as coisas devido ao que tu és.

Nas aplicações mais curtas e frequentes aplica a idéia em sua forma original a menos que um problema específico concernente a ti ou a outra pessoa surja ou venha à mente. Nesse caso usa a forma mais específica ao aplicar a idéia a isso.

(Livro “Um Curso em Milagres”)

Comentários de Kenneth Wapnick:

“Jesus não quer dizer que sua santidade vai capacitá-lo a caminhar sobre a água ou curar os sintomas físicos das pessoas. Seu foco, não está no comportamento. A preocupação do Um Curso em Milagres está sempre no pensamento em sua mente. A razão pela qual não há nada que a sua santidade não possa fazer é porque tudo o que você faz, pensa, diz ou sente virá diretamente da sua decisão da mente certa de se identificar com a santidade de Cristo. Isso significa que não haverá interferência ou distorção: sem culpa e julgamento, tudo o que resta é o amor que transcende todos os problemas e preocupações.

É por isso que sua santidade reside na sua mente certa, que é acessada pela escolha em favor do instante santo, no qual você se une a Jesus ou ao Espírito Santo. Isso significa que não existe separação, e então, não pode haver pecado, culpa ou medo. Se não existe pecado, não existe passado; se não existe culpa, não existe presente; e se não existe medo, não existe futuro. Em outras palavras, não existe tempo no instante santo. Além disso, se não existe pensamento de separação de Deus, não existe corpo. A santidade está completamente fora do tempo e do espaço. Quando você se identifica com sua santidade e sabe que o mundo do tempo e do espaço é um sonho, pode literalmente observar sua figura de sonho – a figura de sonho com o nome que você pensa que tem – ir e vir, percebendo finalmente que isso não é o que você é. Não há nada que a sua santidade não possa fazer porque não há nada que você tenha que fazer: “Eu não preciso fazer nada”, como diz o texto (T-18.VII).

É isso o que unir-se ao Espírito Santo ou a Jesus faz. Nesse instante, mais uma vez, tudo muda, e todos os seus problemas são resolvidos.

Quando você se identifica com o poder de Deus e com a sua santidade, percebe que o corpo é simplesmente uma ficção da sua imaginação, uma figura no seu sonho. Todos nós somos figuras em um sonho no qual o corpo literalmente não faz nada, e podemos compará-lo a uma marionete que não é nada mais do que um pedaço de madeira sem vida. Portanto, nós realmente vivemos como marionetes, em um mundo de faz-de-conta que não tem mais realidade do que aquela da qual as crianças desfrutam em um teatro.

A fonte de toda a nossa dor, pesar e problemas é nossa decisão de empurrarmos Jesus para longe. Se nós o convidarmos a voltar, não poderá haver aflição. Lembre-se de que estamos falando apenas no nível da mente, uma vez que ela é a fonte de toda a nossa dor. É possível que as percebidas circunstâncias negativas externas, totalmente além do nosso controle humano, continuem, assim como os sintomas físicos. No entanto, sem culpa, eles não serão mais experimentados como problemas ou fontes de dor ou aflição.

Quando pedimos ajuda a Jesus para acabar com nossa dor física ou emocional, ou para resolver um problema externo, estamos trazendo sua verdade para nossa ilusão. Algumas vezes, o problema é resolvido e algumas vezes não, mas envolver Jesus em nossos problemas externos apenas glorifica o especialismo, o oposto exato do que ele está nos ensinando a corrigir.

Em minha experiência, toda a dor se foi. Isso não tem nada a ver com as escolhas das outras pessoas de ainda permanecerem adormecidas, pois no instante santo, estou além do seu sonho, como Jesus.

Se eu sou santo, assim também é tudo o que Deus criou, porque o que Deus criou é Um. Você precisa perceber que escolheu acreditar que algumas pessoas são santas e algumas não são. Lembre-se, seu julgamento de qualquer pessoa reflete-se diretamente no seu julgamento sobre você mesmo. Vigilância, mais uma vez, significa prestar atenção cuidadosa ao que você percebe do lado de fora, percebendo que isso é um espelho do que você tornou real do lado de dentro.

O poder está em nossas mentes porque não há nada fora delas. Esse poder repousa em nossa habilidade tomadora de decisões de escolher o Amor de Deus ou atacá-lo. Não existe nenhum outro poder no mundo.”


 

Para estudar a lição em áudio, clique no link abaixo:

 

Para ouvir a “música-lição” em inglês, em celebração aos 50 anos do livro “A Course in Miracle” – 2015 Revival – by James Twyman – clique no link abaixo:

 

Caso esteja tendo dificuldade de ver os links para os áudios:  clique aqui

Para rever as lições 01 a 37:  clique aqui

Para voltar à página principal:  clique aqui